Equipamentos

Radiofrequência multipolar

Com os avanços da indústria, algumas tecnologias de radiofrequência foram combinadas a outras tecnologias, aperfeiçoando o tratamento da flacidez. Na radiofrequência multipolar, ela é combinada ao pulso magnético, o aquecimento – que pode chegar a aproximadamente 42°C na superfície da pele em tratamento corporal e 39°C na facial – atua na epiderme (camada mais superficial da pele) e nas camadas mais profundas da pele (derme e hipoderme). As consequências desse aquecimento, cuja duração varia de acordo com a região a ser tratada, são: estímulo à contração do colágeno, produção de novas fibras de colágeno e de elastina (proteína que dá elasticidade à pele) e formação de novos vasos sanguíneos. Esse tipo de radiofrequência possui ponteiras facial e corporal e, por ser multipolar, pode atuar de forma rápida e homogênea sobre o tecido. A flacidez será tratada tanto por meio da contração quanto da produção de novas fibras colágenas. Neste caso, o contorno facial ou corporal pode ser observado.